Transtorno da Ansiedade

Sabemos que a Pandemia Covid-19 tem contribuído para o aumento da ansiedade devido ao confinamento e medo da contaminação, além das incertezas econômicas do período.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país com o maior número de pessoas ansiosas do mundo, com cerca de 18 milhões.



O que é o Transtorno de Ansiedade?


De acordo com o DSM-5 (Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais) os transtornos de ansiedade incluem aqueles que compartilham características de medo e ansiedade excessivos e perturbações comportamentais relacionadas.

Os ataques de pânico são uma reação aos sintomas da ansiedade devido ao medo excessivo .


Sintomas:


  • Tensão Muscular

  • Falta de Ar (sufocamento)

  • Sudorese

  • Náuseas

  • Diarreia

  • Boca seca, Tontura

  • Mãos frias ou suadas

  • Formigamento em alguma região do corpo

  • Coração acelerado

  • Irritabilidade

  • Problemas de concentração

  • Dificuldades para dormir

  • Pensamentos negativos e catastróficos

  • Medo exacerbado (falar em público, reuniões de trabalho, online ou presencial, provas escolares, ficar sozinho ou passar mal)

  • Preocupações excessivas com a saúde, família e o trabalho. .

  • Alterações no apetite (ânsias de vômito, enjoo ou comer compulsivamente), abuso de álcool ou cigarro.

Como a ansiedade pode atrapalhar a sua vida?

Quando você se sente “paralisado” em suas atividades diárias e percebe que está perdendo o controle da sua vida, deixando de trabalhar, dormir, comer ou fazer algo que gosta é hora de procurar ajuda médica e psicoterápica.


Fique atento aos gatilhos:

Medo , perda do controle, desespero, estresse, sentimento de culpa , excesso de trabalho e verificação constante das redes sociais ou WhatsAPP.


Tratamento

O tratamento médico é fundamental para investigar os sintomas físicos combinado com alimentação saúdável, regulação do sono, atividade física orientada, e sessões semanais de Psicoterapia.


Vilões do Tratamento: Preconceito, vergonha e abandono do tratamento aos primeiros sinais de melhora.